EMMY 2019

Beauty Fashion Life3 Comments on EMMY 2019

EMMY 2019

Esta madrugada foi noite de entrega de prémios na 71ª edição do Emmy Awards, no Microsoft Theater, em Los Angeles.

Em noite de entrega de estatuetas que visam premiar o que melhor se faz em televisão, há mais arte para além daquela que nos chega todos os dias a casa através do pequeno (atualmente já não tão pequeno) ecrã.

De olhos postos na passadeira vermelha, cada presente procurou escolher uma peça exclusiva para desfilar e disputar atenções, assim como os designers procuraram mostrar as suas criações.

As tendências para esta passadeira passaram pelo cruzar do vermelho com o rosa, o uso do preto e branco, assim como de lantejoulas. As escolhas não foram arrojadas, com exceção para Gwedoline Christie em Gucci Resort 2020 a quem atribuíram o adjetivo de épico (já vos mostro).

Ainda que não perceba nada de moda, gosto sempre de ver os modelitos e tecer as minhas próprias opiniões, que valem o que valem, ou seja, nada.

Fiquem com as minhas categorias e comentários.

Os melhores

Cor-de-rosa e vermelho continuam a fazer comichão a muito boa gente, mas eu gosto. Sempre gostei e pronto.

Para mim a melhor da noite foi Catherine Zeta-Jones em Georges Hobeika. Ainda que bastante simples e monocromático, a “capa”, a cauda e a manga esvoaçante e assimétrica davam-lhe todo um dramatismo.

Igualmente bem estava Mandy Moore em Brandon Maxwell. A simplicidade da saia fazem um bom contraste com a parte superior do vestido, com um decote bem sexy e umas mangas oversize.

Também em bom

Gostei, achei que estavam elegantes, mas que faltava qualquer coisita. Um brilho, um contraste, não sei, qualquer coisa. Mas gostei.

Emilia Clarke em Valentino Haute Couture.

Sophie Turner em Louis Vuitton.

Tenho dificuldade em perceber

Depois de duas categorias em bom, vem a categoria em mau.

Sendo que pelo meio destas duas eu, inicialmente, ainda tinha uma outra denominada de pãozinho sem sal, mas depois percebi que era a maioria da passadeira, pelo que desisti dela.

Então aqui vamos.

Indya Moore em Louis Vuitton ou antes em Xena princesa guerreira. E se o corpetezito com os trapinhos pendurados não abonam a favor dela, a maquilhagem conseguiu dar-lhe um ar a roçar o “tomei qualquer coisita para acalmar os nervos, mas fiquei bastante pedrada”.

Quero acreditar que a Greta Lee em Christopher John Rogers saiu à pressa do restaurante e se esqueceu de tirar o babete. Não vejo outra explicação plausível.

Janet Mock em Valentino Haute Couture e eu a pensar que eram apenas airbags de uma qualquer marca de carros. Santa ignorância a minha.

Zoe Kazan em Gucci ou talvez em presente de aniversário, vocês escolhem.

Kristen Bell em Dior. Não, Kristen Bell em mau. O vestido faz-lhe um tronco proporcionalmente grande face ao comprimento das pernas. E aquela parte de cima não lhe acentua em nada as formas femininas, dando-lhe um ar masculino. Não miúda, quem te disse que esse vestido te ficava bem, enganou-te mesmo a sério.

A Nicole Scherzinger em Vivienne Westwood soube que este ano a Kim Kardashian não ia de branco e então decidiu adotar a cor, o estilo e a designer.  E aquilo é um vestido, são umas calças, é um dois em um? Fico confusa.

A Kim estava na categoria pãozinho sem sal, este ano levou um vestido preto da mesma designer, assim num estilo que a mim me lembra o gótico. Nada de especial mesmo.

Sarah Silverman não percebeu que eram os Emmy. Na realidade não sei onde é que ela pensava ir. Aquela camisa tipo estilo vitoriano, com aquele vestidinho de, tenho 5 anos, hoje é domingo e vou à missa, conjugado com as botas estilo Dr. Martin, cumpre todos os requisitos de parolice.

Kendall Jenner em Richard Quinn, nitidamente influenciada por Ana Malhoa e toda uma quantidade de vinil. Não tenho mais a dizer.

Lena Headey porquê? Porquê? Porquê? Eu não desgosto do feitio, mas o padrão, o laço preto nesse vestido não se enquadram com uma passadeira vermelha. Para um qualquer evento mais descontraído sim, mas para uma entrega de prémios!!!?!? O vestido é Brock Collection.

Alguém que avise a Sarah Kate Ellis em Pamella Roland, que o tule foi moda o ano passado nos Óscares. Já vem atrasada.

Guardei o melhor para o fim.

Gwendoline Christie em Gucci para o papel de Jesus Cristo Super Star. Tenho dito e entenda-se que este foi por esse mundo fora aclamado como o vestido do evento.

Amén!

Por aí quais os favoritos a melhor e a pior? Contem-me tudo.

E opiniões e vestidos à parte, quem não gostaria de ter a oportunidade de vestir um qualquer trapito destes?

Até já….

Enfermeira de profissão com curiosidade por outros temas. Apaixonada pela vida e com um inesperado humor negro. Procuro todos os dias sair em busca de algo diferente.

3 thoughts on “EMMY 2019

  1. O primeiro é lindíssimo sem dúvidas… E o último também…. Se fores convidado para a última ceia é quiseres estar à altura do dress code! ?

  2. Trapinhos pendurados, babetes, airbags, presentes, mas o melhor mesmo foi o fato de carnaval do final ??? sinceramente nenhum me fez aquele wowwwwww mas o da Miss Jones até que era gracioso ?

  3. Kristen Bell em Dior um horror :-/
    Catherine Zeta-Jones em Georges Hobeik , o meu preferido! Até dava uma voltinha dele!
    A tendência que me ficou na memória foi mesmo o Sr. Airbag, credooooo!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back To Top